Unidades de AVC


A Unidade de AVC Mista (U-AVC Mista), é a área hospitalar adequada à prestação de atenção especializada aos pacientes portadores de AVC, com área física definida e leitos hospitalares destinados ao atendimento do paciente com AVC já estabilizado mas ainda em fase aguda, iniciando precocemente a reabilitação (não são leitos para realização de trombólise). O atendimento é feito por equipe interdisciplinar, cujo uso coordenado de procedimentos médicos, de reabilitação, educacionais e sociais  tem o objetivo de levar  indivíduo ao melhor nível funcional possível.

A Unidade de AVC Mista, deve contar com um responsável técnico, médico com Título de Especialista fornecido pela Academia Brasileira de Neurologia e/ou Certificado de Residência Médica em Neurologia, emitido por Programa de Residência Médica reconhecido pelo MEC. O Neurologista responsável técnico pela U-AVC Mista deve fazer pelo menos 1 visita semanal presencial a todos os pacientes hospitalizados, devidamente registrada em prontuário e em relatório, e treinar toda a equipe que dará assistência a estes pacientes. Ele também será o responsável legal pela U-AVC. A unidade deverá contar com quantitativo suficiente para o atendimento de intercorrências clínicas na enfermaria  e deve ter ambulatório semanal. A Unidade deve possuir rotinas e normas, escritas, atualizadas anualmente e assinadas pelo  Responsável Técnico pela Unidade

Equipe de Saúde Básica:

  1. Neurologista: médico com Título de Especialista fornecido pela Sociedade Brasileira de Neurologia e/ou Certificado de Residência Médica em Neurologia, emitido por Programa de Residência Médica reconhecido pelo MEC que poderá ser o responsável técnico.
  2. Clínico: com seu título de especialista emitido pela respectiva Sociedade Médica reconhecida pela Associação Médica Brasileira – AMB e/ou certificado de residência médica na especialidade emitido por Programa de Residência Médica reconhecido pelo MEC ;
  3. Enfermagem: a equipe deve contar com um enfermeiro coordenador, com experiência  no atendimento ao AVC, e ainda com enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem em quantitativo suficiente para o atendimento de enfermaria, todos capacitados para o atendimento ao AVC.
  4. Fisioterapeuta
  5. Terapeuta Ocupacional
  6. Fonoaudiólogo capacitado para reabilitação da deglutição e linguagem
  7. Nutricionista
  8. Assistente Social
  9. Psicólogo

Equipe de Saúde Complementar (Apoio multidisciplinar):

A unidade deverá contar, em caráter permanente ou alcançável com:

  1. Neurocirurgião
  2. Cardiologista
  3. Cirurgião Vascular
  4. Neurorradiologista intervencionista residência médica reconhecida pelo MEC em radiologia ou neurologia ou neurocirurgia ou título de especialista em radiologia ou neurologia ou neurocirurgia emitido pelas respectivas sociedades e com título pelo Colegio Brasileiro de Radiologia

Instalações Físicas  Específicas:

A Unidade deverá dispor de quartos adaptados para o paciente com deficiência (adaptações nos banheiros, piso antiderrapante, elevação do vaso sanitário, barras de segurança), camas com grades, poltrona para retirada precoce do paciente do leito. Pelo menos 40% dos leitos devem ser monitorados. Consultório médico com equipe suficiente para atendimento  ambulatorial.

Instalações Complementares:

  1. Serviço de fisioterapia ambulatorial local ou referenciado;
  2. Reabilitação Fonoaudiológica ambulatorial local ou referenciado