AVC pode ser evitado

Aqui estão seis passos que qualquer pessoa pode seguir para reduzir o risco e o perigo de um AVC

  1. Conheça os seus próprios fatores de risco: pressão alta, diabetes, colesterol alto.
  2. Seja ativo e faça atividade física regularmente.
  3. Mantenha uma dieta saudável rica em frutas e vegetais e com pouco sal, para se manter saudável e com pressão sanguínea baixa.
  4. Limite o consumo de álcool.
  5. Evite o hábito de fumar. Se você é fumante, procure ajuda e pare imediatamente.
  6. Aprenda a reconhecer os sinais de alerta do AVC.

Dieta pobre em sal

É recomendado que o consumo de sal seja reduzido para menos de 5g ao dia para reduzir o risco de ter um AVC.

  1. O sal aumenta nossa pressão sanguínea
  2. Quanto maior a nossa pressão sanguínea, maior nosso risco de um AVC
  3. Os adultos devem consumir menos de 5 g de sal ao dia, e as crianças ainda menos
  4. É importante que crianças não ingeriram muito sal, pois a pressão sanguínea pode começar a aumentar na infância
  5. A maioria do sal que consumimos está em alimentos do dia a dia como o pão, molho, queijo e carne processada, bem como o acréscimo de sal na mesa e durante o preparo dos alimentos
  6. Acostume-se acostumar a reduzir o sal na alimentação, e você apreciará tanto quanto, ou mais, que o alimento salgado

Fibrilação atrial e outras doenças cardíacas

Fibrilação atrial (FA) é uma doença cardíaca pouco diagnosticada e pouco tratada e um importante fator de risco para o AVC. A FA a faz com que as duas câmaras do coração (os átrios) tremam ao invés de se contraírem efetivamente, o que resulta em sangue não completamente bombeado para fora do coração que, por sua vez, fica acumulado e pode levar a formação de um coágulo.Esses coágulos podem viajar até o cérebro e desencadear um AVC grave e, frequentemente, fatal. AVC devido a FA pode ser evitado com medicações anticoagulantes.

Pessoas que sofreram um ataque cardíaco, que tenham diagnóstico de uma doença cardíaca ou tenham um ritmo cardíaco irregular devem ser acompanhados regularmente nos serviços de saúde com o objetivo de evitar a ocorrência de um AVC.

Acesse material completo da Campanha “Porque eu me importo