Ação no Centro de BH alerta sobre os riscos do AVC

Postado em: 16.out.2015

foto_01

 

Quem for caminhar, neste sábado (17/10), pela calçada da entrada principal do Minascentro ou nas imediações do Mercado Central de Belo Horizonte, das 10h às 15h, vai ter acesso a muita informação, aferição da pressão arterial e glicemia, além de diversas atividades artísticas e culturais sobre o Acidente Vascular Cerebral (AVC). Esta ação está inserida na programação nacional de eventos alusivos ao Dia Mundial do AVC, lembrado todos os anos em 29 de outubro e que foi antecipado em Minas Gerais devido a realização na capital mineira, entre os dias 14 e 17 de outubro, do X Congresso Brasileiro de Doenças Cerebrovasculares – ACV 2015.

O evento, idealizado e desenvolvido pela Associação Mineira do AVC (AMAVC), instituição sem finalidade lucrativa de auxílio e defesa dos interesses das pessoas que sofreram AVC, vai promover ações educativas que despertem na população a importância de saber os principais sinais e sintomas do AVC, informar sobre hábitos saudáveis de vida que ajudam a prevenir a doença e chamar a atenção da população para este sério problema de saúde, que anualmente leva ao óbito mais de 120 mil pessoas no Brasil.

Para a presidente da AMAVC, a publicitária Sandra Issida Gonçalves, é muito importante alertar a população sobre os perigos do AVC. Ela acredita ser possível salvar muitas vidas com ações relativamente simples, como informar as principais formas de se prevenir o AVC, divulgar os sintomas da doença e seus os fatores de risco. “Além disso, sempre levamos em nossas campanhas profissionais para aferição de pressão arterial e glicemia, pois saber precocemente se é hipertenso ou diabético e cuidar do problema, significa diminuir muito os riscos do AVC”, afirma Sandra.

Contatos:

Associação Mineira do AVC (AMAVC)

Sandra Issida Gonçalves
(31) 98625-3998

Elke Mary Ferreira
(31) 99971-9991

 

banner_pequeno_materias